Minhas Redes Sociais

sábado, 5 de junho de 2010

Videos e Fotografias no Proceso de Ensino e Aprendizagem

O uso de vídeos e fotografias no processo de ensino e aprendizagem pode ser implementado em várias frentes e com as mais diversificadas possibilidades.
 Quase todos nós, em algum momento de nossas vidas, tivemos a possibilidade de usufruir destes recursos tecnológicos, seja no meio social ou no educacional. De mesmo modo, os educandos já tiveram alguma experiência com estas tecnologias e, quando pensamos o que está à disposição das crianças e da juventude em termos tecnológicos, podemos perceber que o uso das TICs em sala de aula é um caminho sem volta.
É certo, também que recursos convencionais como o VHS, a TV e a Câmera fotográfica analógica já fazem parte dos recursos pedagógicos, há algum tempo. Contudo, tais recursos sempre sofreram a discriminação docente por uma grande maioria daqueles que melhor poderiam explorar suas possibilidades: os professores. Efeito este, provocado por uma desconfiança quanto a substituição docente por estes recursos, a falta de conhecimento técnico e, sobretudo, à falta de capacidade crítico e argumentativa diante de um conhecimento inovador à disposição da educação.
O que resultou disto, foi o sucateamento de incontáveis somas tecnológicas sem ao menos terem sido exploradas à exaustão.
Hoje, com a invasão das TICs nos diversos setores da sociedade mundial, provocado pelo advento da hiperabundância do conhecimento e da tecnologia na sociedade de Informação, tornar-se inviável se manter uma didática arcaica que não leve em conta as dicotomias e paradoxos das TICs no seio da Educação.
Por isto, é de fundamental importância a substituição das tecnologias convencionais como o VHS, a câmera analógica, a TV convencional, o retro-projetor, entre outros, por aparelhos digitais que ampliam enormemente a capacidade de observação, visualização, decodificação, interatividade e explicação dos fenômenos científicos/culturais da Sociedade de Informação.
Como já apontei em outras discussões, há tempos, venho utilizando as TICs (sejam convencionais ou não) para a ampliação dos processos de ensino e aprendizagem. Mas as possibilidades são infinitas como todos vem apontando em nossa discussão.
Minha próxima empreitada tecnológica é dinamizar um projeto de entender a filosofia e a realidade social dos meus alunos através do uso de DVD/TV e celular (por enquanto únicos recursos disponíveis na escola). Proporei aos alunos, após vermos o documentário "O Rap do Pequeno Príncipe" os mesmos tentarão  fotografar  aspectos de sua comunidade  que sejam passíveis de críticas filosóficas pelos  próprios alunos. Será uma intervenção do Educando em relação ao objeto de conhecimento.
Finalmente, ratifico o uso do vídeo e da fotografia em sala de aula. Mas gostaria de lembra-lhes de um ponto importantíssimo do uso do vídeo e fotografia na escola: a cada experiência produzida por estes recursos tecnológicos estamos construindo e registrando a história e os fatos de uma comunidade escolar. O registro por vídeo e fotografia, portanto, além de propiciar a ampliação da possibilidade criativa, empreendedora e de aprendizagem dos educandos é, também, um registro histórico do espaço e tempo escolar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou destas ideias?
Deixe seu comentário!